Bem Vindos, ao Central Cúmplices de um Resgate sua melhor fonte de notícias sobre a novela Cúmplices de um Resgate do SBT, Obrigado pela sua visita e volte sempre!

9.12.15

Entrevista: Bárbara Bruno, a Fiorina de Cúmplices de um Resgate

Na ficção ela pode até ser um pouco briguentinha mas, na vida real, a interprete de Fiorina é PURO AMOR

Bárbara Bruno (Fiorina) protagoniza as brigas mais engraçadas de Cúmplices de um Resgate ao lado de Mira Haar (Nina). As duas não se “bicam”, mas será que a novela não reserva uma bela amizade para essas duas? Confira a opinião de Bárbara sobre o assunto - e muito mais - na entrevista abaixo:

Na entrevista que fizemos com Iris Abravanel, ela comentou que as brigas da sua personagem com a de Mira Haar são algumas das cenas mais engraçadas na opinião dela. E pra você, qual foi a cena mais marcante em Cúmplices? 
Divertidíssimo, porque a Mira é uma colega excepcional! Ela é uma atriz excelente! Uma amiga e colega excepcional! Acho que eu e a Mira podemos nos considerar uma dessas duplas que jogam vôlei na praia. A gente tem muito essa sensação de time, que é muito gostoso, muito agradável. Quando a gente marca um ponto, a gente marca em conjunto. Isso está sendo estimulante demais, bater essa bola com a Mira!

Vocês têm muita química em cena, já se conheciam antes? 
A gente se conhece há muitos anos, mas nunca tínhamos trabalhado juntas. Não tinha calhado de dividir a cena.

Em alguns momentos fica difícil controlar a risada, como é? 
Quando rola essa química, a gente quase antecipa o que o colega vai fazer. Isso é gostoso, porque vai estimulando a criatividade e o instinto. Acho importante na tevê respeitar esse instinto, que vem do jogo com o colega. A gente ri muito antes da cena, na hora de fazer os outros é que riem! A gente faz com muita verdade, sabe? Isso é que é legal em um trabalho, em nenhum momento, a gente busca a graça. Está tudo calcado na verdade interior de cada personagem. No momento em que gravamos as brigas, deixa de ser engraçado e se torna real! Acho que por isso funciona.

Bárbara, essa é sua volta ao SBT depois de cerca de oito anos, né? Como está sendo? 
É uma delícia e um prazer muito grande! Principalmente por ser esse trabalho infanto-juvenil, é muito estimulante para um ator poder trabalhar com essa faixa de público. Isso pra mim está sendo muito prazeroso.

O que a Nina tem que irrita tanto a Fiorina? Tem a ver só com o ciúme do Giuseppe? 
Irrita muito ela o fato de o Giuseppe ter sido namorado da Nina antes. E essa disputa é alimentada sempre. No fundo, ninguém acredita, mas Fiorina, no fundo, gosta muito da Nina. A disputa pelo Giuseppe acaba alimentando outras disputas, como dona de casa, cozinheira. Nem na religião as duas personagens se entendem. O que a Fiorina não aceita mesmo é o fato de a Nina ter sido católica e passar pra religião evangélica. Mas olha, se não fosse isso teria outo motivo. A disputa entre elas é eterna, mas eu acredito que as duas se gostam muito. Por exemplo, quando a Manuela desapareceu, a primeira coisa que a Fiorina fez foi sofrer e se preocupar com a Nina.

Você vê um futuro de amizade entre elas? 
Eu acho que no final, sim. Eu torço pra que isso aconteça, mas sempre com uma briguinha, uma discussãozinha.

Como amigos de verdade, que você sempre fala na cara algumas coisas... 
Exatamente. Quando ela percebe que a Nina está fazendo charme para o Giuseppe, isso ela não admite! E a Nina sabe disso, por isso, de vez em quando, ela faz um charminho pra provocar.

Há uma paixão entre os filhos das personagens de vocês, já imaginaram virar uma família só? 
Seria ótimo! Já pensou a confusão que não seria cada domingo o almoço na casa de uma?! E na hora em que nascer os netos, quem vai ser a avó preferida? Essa é uma disputa que vai durar a vida toda! Mas de qualquer forma, com uma base de amor muito grande, isso é que o mais importante.

Melhor briga entre Fiorina e Nina? 
A melhor briga ainda está por vir, sempre! A gente fica na expectativa do que vem por aí!

Qualidade da personagem que você mais admira? 
É o coração enorme dela! Se alguém está vivendo alguma dificuldade, ela vai mover água e terra pra ajudar. Ela é briguenta, sim! Mas é impressionante, quando tem alguém com problemas, ela é a primeira a ajudar.

Melhor surpresa de Cúmplices até agora? 
Eu acho que está sendo a receptividade do público mais adulto. A gente já tinha noção da receptividade do público infantil, mas também estamos tendo uma boa resposta do público adulto. Uma surpresa muito agradável. Tem a ver com o fato de que trabalhamos com prazer. E tem essa coisa lúdica, o sonho é sempre muito bom. Poder embarcar nessa fantasia!

Amizade mais gostosa que surgiu até agora no elenco? 
O elenco é uma delícia! Agente grava com a sensação de que está coisa, mas é injusto falar só do elenco, a equipe toda é uma delícia. O nosso convívio é extremamente saudável. Existe uma troca muito grande entre o elenco e a equipe técnica e isso acaba passando para o público. A gente criou uma família só. No teatro a gente brinca com isso, tão importante quanto o palco é a cochia. Todos têm que estar em uma sintonia perfeita. Isso funciona com televisão.

Texto: Melissa Ladeia Marques 
Entrevista: Mariana Scherma 
Foto: Divulgação / SBT

Creditos: Cúmplices Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário



DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR JOÃO VITOR M.A. • ALL RIGHTS RESERVED TO DESIGN MANIA • TECNOLOGIA BLOGGER