Bem Vindos, ao Central Cúmplices de um Resgate sua melhor fonte de notícias sobre a novela Cúmplices de um Resgate do SBT, Obrigado pela sua visita e volte sempre!

1.12.15

Mira Haar, a Nina de Cúmplices, conta tudo em entrevista

Com uma personagem cativante, Mira Haar conquistou o público de Cúmplices de um Resgate! 

Como não amar Nina, a personagem de Mira Haar em Cúmplices de um Resgate? Ela pode até ser um pouco esquentadinha quando o assunto é Fiorina (personagem de Barbara Bruno), mas a gente garante: ela é um amor de senhora <3 Confira o bate-papo superempolgante que SBT em Revista teve com a atriz:
Foto: Divulgação/SBT

Para você, qual foi a cena mais marcante em Cúmplices? 

Eu não tenho uma cena pra te falar. Eu conhecia a Barbara, mas nunca tínhamos trabalhado juntas. Foi um encontro. Mas antes de tudo, o texto promove isso. Essa coisa da religiosidade que a gente está representando. Como é uma novela infanto-juvenil, essa é uma abordagem bem interessante. O mundo está precisando disso, que as pessoas se juntem. Aí como abordar essa questão? Mas o texto já nos leva ao caminho certo. Na hora de fazer é muito engraçado, fiz as primeiras leituras com a Barbara, a gente não se conhecia direito, só que não hora que fizemos a primeira cena de briga, deu certo!

E como está sendo gravar a novela? 

Estamos gravando há um tempo e realmente temos uma cumplicidade muito grande! Temos muitas afinidades. Ator forma família em cada trabalho que faz, não tem jeito. Você forma uma família por um ano, depois separa, mas o amor fica!

Deve ser interessante pra você trabalhar com criança e depois vê-las evoluindo no trabalho... 

Isso é incrível. Olha a coincidência: eu dirigi o teatro do Castelo Rá-Tim-Bum, uma peça musical e lá se vão quase 20 anos. Agora, me ligou um músico, ele fazia o Zequinha quando montamos o espetáculo, ele disse que o trabalho dele foi lançado e estava ligando para as pessoas com cunho afetivo na vida dele pra convidar para o lançamento. Isso é muito legal! Eu e o Luciano Amaral, que era o Lucas, nós somos mãe e filho até hoje. Ele me chama de mãe e eu o chamo de filho. Não bastasse isso, ele é padrinho da minha neta! Total da família! Essas famílias se juntam pra valer.

E o que você espera para o futuro da sua personagem em relação ao personagem de Bárbara? 

Eu espero que no futuro elas se entendam, porque é uma dupla que pode muito bem ir para frente.

E há uma paixão entre os filhos das personagens de vocês, já imaginaram virar uma família só? 

Exatamente! Tem isso também! Elas serão sogras dos filhos uma da outra!

E sua maior curiosidade sobre a Fiorina? 

Ela é mais leve que a Nina. Talvez pelo fato de a Nina ser viúva, a Fiorina tem filho adotado... A Nina, eu acho, tem uma admiração pela Fiorina nesse aspecto, mas não suporta a carolice dela. As duas são muito mandonas também, elas batem de frente com isso, ambas têm personalidades muito fortes.

Melhor cena de vocês duas na novela? 

Acho que foi a festa da amizade, em que a gente sabota uma a outra. As crianças definem quem vai cuidar do quê, porque estava a maior briga a respeito disso. A casa da Fiorina e do Giuseppe são o centro das reuniões do vilarejo. Eles são como síndicos. A Nina e a Fiorina são as organizadoras das reuniões, uma faz decoração, outra faz a comida. Ou uma faz um lado da decoração, a outra cuida do outro, essas coisas. Mas nunca juntas. Nessa festa, ela ficou responsável pela comida e eu pela decoração. Aí fui na comida dela, no panelão de molho de macarrão e joguei muito sal! Já ela, cortou toda minha decoração, as coisas penduradas... Essa cena foi muito legal! Outra boa é quando as pessoas seguram a gente porque nós vamos nos bater. As crianças, os fiéis de cada igreja, todos seguram... A gente inventa uma coreografia nas nossas brigas. É uma dupla que mistura humor, verdade e sentimento de um jeito muito legal. Muito bom estar passando isso ao público.

Melhor surpresa de Cúmplices até agora? 

Essa união, que não é só do elenco. É uma receptividade da equipe toda! Temos isso com maquiadores, técnicos, câmeras... Temos uma grande harmonia no trabalho. Harmonia e receptividade. Cumplicidade, vai! Temos um ambiente muito bacana para trabalhar.

Amizade mais gostosa que surgiu até agora no elenco? 

Tem a Barbara com certeza! Mas tem tantas... Eu não aguento a Juliana Baroni, parece que sempre estivemos juntas. Ela me protege muito no estúdio. É injusto ficar citando nomes, mas Juliana com certeza é uma delas! Foi um grande encontro. Com a Larissa também, é uma coisa que flui! Eu tenho duas netas e pensei que teria que usar técnica pra ter um sentimento de carinho, mas o sentimento de carinho pela Larissa é imediato. Ela é uma menina que tem muito talento, nunca presenciei um trabalho com uma criança, uma adolescente tão talentosa! É inato dela. Claro que ela é muito bem dirigida pelo diretor, mas tem muito dos mecanismos de raciocínio dela! Vem de dentro o que ela faz. Do fundo do coração, eu sei que ela tem muitos caminhos. Ela não é uma menina estereotipada, isso é fantástico!

E como é gravar com os bichinhos? 

Nós, que somos amantes dos bichos, nos derretemos quando eles aparecem. Filmo mais o cachorro e o ratinho. Não tanto com o gato. O cachorro é doce, sentimos um carinho imediato. Passei um tempo sem gravar com eles, aí quando me reencontrei, foi uma festa!

Texto: Melissa Ladeia Marques
Entrevista: Mariana Scherma
Foto: Divulgação / SBT

Nenhum comentário:

Postar um comentário



DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR JOÃO VITOR M.A. • ALL RIGHTS RESERVED TO DESIGN MANIA • TECNOLOGIA BLOGGER